Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Thiago Pereira desiste de provas e Brasil terá que pagar multa

Nadador ainda pode igualar recorde do cubano Erick Lopez

Estadão Conteúdo

16 de julho de 2015 | 12h13

Dono de 21 medalhas em Jogos Pan-Americanos, Thiago Pereira pode igualar, mas não superar o recorde do cubano Erick Lopez nesta quinta-feira. O nadador, que estava inscrito para nadar os 100 metros borboleta, acabou desistindo de participar da prova, para se poupar visando os 400m medley, para a qual se classificou à final. Ele também desistiu de competir nos 100m costas, na sexta.

"A gente conversou, eu e o Ricardo (Moura, coordenador técnico da seleção), que era importante dar uma focada nas provas de medley, que são as principais. Falta só uma para estar igualando e uma para passar. São três provas que eu tenho para nadar e três chances. É melhor focar e ter menos risco de alguma coisa dar errado", explicou Thiago, em entrevista ao SporTV, alegando ter se desgastado demais na quarta-feira.

Thiago não era favorito à medalha de ouro nos 100m borboleta no Pan. No Troféu Maria Lenk, foi apenas o terceiro colocado. Acabou superado por Arthur Mendes, que também está em Toronto, e Henrique Martins, que não foi convocado. Da delegação que foi ao Pan, Nicholas Santos também é especialista na prova, mas substituições não são possíveis após o congresso técnico.

Como Thiago não vai nadar duas provas nas quais estava inscrito, o Brasil vai ter que pagar duas vezes a multa estipulada pela organização: 100 francos suíços. Vai desembolsar o equivalente a cerca de R$ 750.

Até aqui no Pan, Thiago Pereira já ganhou duas medalhas de ouro, ambas em revezamento: 4x100m livre (só nadou eliminatória) e 4x200m livre. Nos 200m peito, ganhou o bronze. Ele faz final dos 400m medley nesta quinta-feira, descansa na sexta, quando será realizada a prova de 100m costas, e depois compete nos 200m medley e no 4x100m medley no sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.