Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Thiago Pereira deve treinar nos EUA

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e o Minas Tênis terão trabalho para convencer Thiago Pereira, de 18 anos, a permanecer no Brasil. Por vontade do jovem talento da natação brasileira e de seus familiares, ele deve morar, treinar e estudar nos Estados Unidos. "Ele está decidido a sair do Brasil, mas não sabe quando", revelou a mãe do nadador, Rose, de Volta Redonda, no Rio. A Universidade de Michigan, onde Gustavo Borges treinou, pode ser o novo endereço de Thiago, que chega nesta quarta-feira ao Brasil, depois de ganhar 4 medalhas no Mundial de Piscina Curta em Indianápolis (EUA).Thiago já tinha sido 5º colocado na Olimpíada de Atenas, na prova dos 200 metros medley. E agora, em Indianápolis, ganhou ouro nos 200m medley e bronze nos 100m medley, além de uma prata e de outro bronze nos revezamentos 4x100m livre e 4x200m livre, respectivamente. Rose já pediu conselhos de Dona Diva, mãe de Gustavo Borges, com quem Thiago também tem conversado sobre a possibilidade de morar e estudar nos EUA. "O Thiago está num curso intensivo de inglês porque não domina a língua. Seria bom para a carreira dele e para os estudos. Estava propenso a ir para Michigan, mas recebeu outros convites e vamos conversar", contou a mãe do nadador.O próximo ano terá Mundial de piscina longa, em Montreal, Canadá, e o técnico cubano Omar Gonzales, do Minas, acha que Thiago continuará evoluindo. E diz ser contra a saída do nadador do clube. "Ele tem patrocínio e infra-estrutura. Os resultados mostram a eficiência da preparação. Nunca tinha nadado o revezamento, mas melhorou tanto o estilo livre dentro do medley que pode compor a equipe, com medalha", afirmou.Omar Gonzales admite, no entanto, que Thiago sempre teve vontade de morar nos Estados Unidos. Mas a saída ainda não é oficial. "É problema dele, da família, do clube e da CBDA, mas acho que não será bom", alertou.

Agencia Estado,

13 de outubro de 2004 | 09h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.