Thiago Pereira encerra etapa de Berlim da Copa do Mundo com novo ouro

Com isso, nadador soma 15 medalhas de ouro e duas de prata; Felipe Lima, foi prata nos 100 m peito

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2010 | 16h22

BERLIM - Sem perder o embalo, o brasileiro Thiago Pereira conquistou mais uma medalha de ouro na quinta etapa da Copa do Mundo de natação em piscina curta (25 metros), que foi encerrada neste domingo, em Berlim, na Alemanha. No dia anterior, ele já tinha conseguido um ouro nos 400 metros medley e uma prata nos 100 metros medley. Dessa vez, ganhou a prova dos 200 metros medley.

Na final deste domingo, o brasileiro venceu os 200 metros medley com o tempo de 1min52s81, superando o sul-africano Darian Townsend, que foi prata (1min54s91), e o alemão Markus Deibler, que levou bronze (1min55s85). Assim, somando as conquistas do sábado, Thiago Pereira foi eleito o melhor nadador da etapa de Berlim, ficando mais perto do título de "Rei da Copa do Mundo".

Com a performance em Berlim, Thiago Pereira passa a somar 15 medalhas de ouro e duas de prata na edição deste ano da Copa do Mundo, abrindo vantagem na liderança do ranking que computa os resultados do circuito. "Esta etapa era considerada por todos como a mais difícil. O nível da prova foi excelente e estou muito satisfeito com o resultado", comemorou o brasileiro.

Agora, Thiago Pereira parte para as duas últimas etapas da Copa do Mundo. Sem se abalar com a desgastante maratona de competições, ele viaja direto para Moscou, na Rússia, onde a disputa acontecerá já na terça e na quarta-feira. Depois, o brasileiro segue para Estocolmo, na Suécia, local de encerramento do circuito, no próximo fim de semana.

Mais medalhas. Além do ouro de Thiago Pereira nos 200 metros medley, a natação brasileira conseguiu mais uma medalha neste domingo em Berlim. Foi com Felipe Lima, que levou prata na prova dos 100 metros peito, ao fazer 58s62 - foi superado apenas pelo russo Stanislav Lakhtyukhov, que venceu com 58s47. No dia anterior, ele já tinha conquistado outra prata, nos 50 metros peito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.