Thiago pode brigar por dois ouros em Pequim, diz Gustavo Borges

O nadador Thiago Pereira, grandedestaque dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, temchances de brigar por dois ouros nas Olímpiadas de Pequim-2008,disse Gustavo Borges, outro herói da natação brasileira. No sábado, Thiago fez história ao conquistar sua sextamedalha de ouro e quebrar o recorde do lendário Mark Spitz, quesubiu cinco vezes ao lugar mais alto do pódio nos JogosPan-Americanos de Winnipeg, em 1967. Um dia depois, o brasileiro encerrou sua participação nacompetição com uma prata e um bronze, somando oito medalhas aotodo. "Creio que ele vai para Pequim para disputar duas medalhasolímpicas. Se vai ganhar ou não, é outro problema, mas que vaidisputar o ouro, isso com certeza", disse Borges à Reuters, nodomingo. "Thiago ganhou oito medalhas, elevando a natação a umasituação bastante interessante, quebrando alguns recordes, comoo de Mark Spitz, e buscando espaço", acrescentou Borges,ganhador de quatro medalhas olímpicas, duas pratas e doisbronzes. "Hoje, observando as provas dos 200m e 400m medley, eleestá numa evolução muito boa, ele nadou os 200m medley cansadoe conseguiu fazer a quarta melhor marca do mundo", destacou omedalhista olímpico. "Ele tem chance de evoluir um segundo, um segundo e meioaté o ano que vem nessa prova. Ele está muito forte no nadoborboleta, no costas está muito fácil melhorar o tempo eacredito que ele vai chegar com muita força para disputar asOlimpíadas", completou. Borges destacou que as ótimas performances de Thiago são umgrande alento para quando ele tiver que enfrentar os gigantesda modalidade em Pequim. "O mais importante na competição seria o ranking mundial,ele ficou em quarto lugar em duas provas e o quarto lugar estámuito próximo de uma disputa de medalha olímpica, de uma finalolímpica, que é o mais importante", destacou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.