Francois Lenoir/Reuters
Francois Lenoir/Reuters

Thiago Silva critica desatenção do Brasil na estreia

'Achamos que o jogo já estava ganho, não podemos descuidar', disse capitão da seleção após vitória sobre Egito

AE, Agência Estado

26 de julho de 2012 | 18h10

CARDIFF - Capitão da seleção brasileira, Thiago Silva não escondeu a insatisfação com a postura da equipe no segundo tempo do duelo contra o Egito, nesta quinta-feira, na rodada de abertura do torneio de futebol masculino nos Jogos de Londres. O Brasil chegou a abrir 3 a 0 no placar, ainda na etapa inicial, mas sofreu dois gols depois do intervalo.

"Entramos desatentos (no segundo tempo), achamos que o jogo já estava ganho. Não podemos descuidar. E, no futebol, você pode ser surpreendido em uma piscada de olho. O Egito é um time que corre bastante o tempo todo. Precisamos de mais atenção. Não podemos perder o foco", alertou o zagueiro.

Autor de um dos gols da seleção, o lateral Rafael também reconheceu a forte queda de rendimento da equipe depois do intervalo. "A seleção caiu bastante no segundo tempo. Não podemos tomar gols desta forma", criticou o jogador, que não deixou de apontar as qualidades do time na etapa inicial. "Acho que tudo funcionou no primeiro tempo, foi perfeito. Encaixamos bem as jogadas".

Para Neymar, o susto diante do Egito deve servir de lição para a sequência da competição. "Pecamos em alguns detalhes, deixamos eles fazerem os gols. Deixamos eles gostarem do jogo. Como lição, temos de evitar entrar com ''corpo mole''. Não podemos deixar o adversário fazer gols".

Apesar da queda de rendimento, o atacante comemorou a vitória na estreia. "Acho que jogamos bem. E é daqui para melhor. Vamos acertar os detalhes, mas antes vamos descansar", afirmou o autor do terceiro gol brasileiro na cidade de Cardiff, no País de Gales.

O meia Oscar, por sua vez, preferiu minimizar os vacilos da equipe no segundo tempo. "É sempre bom começar vencendo na competição, uma estreia com vitória incentiva para todo o torneio", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.