Tytus Zmijewski/EFE
Tytus Zmijewski/EFE

Thiago vai bem e francês fica perto de recorde na vara na Polônia

Brasileiro fica a uma posição do pódio, enquanto campeão olímpico salta 6,08 m na primeira tentativa

Amanda Romanelli, Agência Estado

31 de janeiro de 2014 | 21h09

SÃO PAULO - A temporada para os principais nomes do salto com vara brasileiro começou nesta sexta-feira, em Bydgoszcz, na Polônia. E logo de cara o campeão mundial juvenil Thiago Braz conseguiu seu recorde pessoal em prova indoor, com 5,68m. Depois de uma ampla evolução em 2013, ele melhorou em 17cm sua melhor marca, que era de 5,51m, conquistada em fevereiro do ano passado.

Assim, Thiago acabou na quarta colocação na Polônia. Augusto Dutra, também do Clube BM&F Bovespa e recordista sul-americano indoor, com 5,71m, terminou em sexto lugar, com 5,50m. Ambos já têm índice para o Mundial Indoor, que é de 5,75m, e buscam, agora, a quebra do recorde sul-americano e a confirmação da marca para Sopot, desta vez em ginásio indoor.

A prova em Bydgoszcz foi vencida pelo francês campeão olímpico Renaud Lavillenie, que saltou 6,08m logo na primeira tentativa e se tornou o segundo homem a saltar mais alto na história da prova.

Há uma semana, competindo em Rouen (França), ele já havia melhorado seu recorde pessoal. Saltou 6,04 m, marca que o colocou como terceiro melhor saltador da história (apenas o ucraniano Sergey Bubka e o australiano Steven Hooker, ouro em Pequim-2008, tinham saltado mais alto que o francês).

Tal como fez na França, Lavillenie tratou de garantir novo recorde pessoal na Polônia para pedir que o sarrafo subisse a 6,16 m. O recorde mundial de Bubka (6,15 m) completa 20 anos em julho.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismosalto com varaRio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.