Thorpe: ouro, recorde e decepção

O nadador australiano Ian Thorpe ganhou outra medalha de ouro, quebrou mais um recorde mundial, mas teve uma decepção nesta sexta-feira, no Mundial de Desportos Aquáticos em Fukuoka, no Japão. O ?Torpedo? ficou em quarto lugar na prova dos 100 metros livre e não tem mais chances de conseguir seu grande objetivo: superar a marca do norte-americano Mark Spitz, que conquistou seis ouros na Olimpíada de Munique, em 72.A final dos 100 metros livre foi vencida pelo norte-americano Anthony Ervin, com o tempo de 48s33. Thorpe chegou em quarto lugar, atrás do holandês Pieter van der Hoogeband, medalha de prata, e do sueco Lars Frolander, bronze.Mas Thorpe não ficou lamentando por muito tempo. Voltou logo depois para a piscina e mostrou sua força. Ao lado de Grant Hackett, Michael Klin e William Kirby, ele integrou a equipe da Austrália no revezamento 4 x 200 metros, livre. Nova medalha de ouro e outro recorde mundial: 7min04s66. A marca superou o recorde obtido pelos mesmos australianos na Olimpíada de Sydney: 7min07s05.A medalha desta sexta-feira foi o quinto ouro e o quarto recorde mundial de Ian Thorpe nesse Mundial. As novas marcas vieram com as vitórias nos 200, 400 e 800 metros livres - ele ganhou também o revezamento 4 x 100 metros livres.Outro destaque do dia, no Japão, foi o australiano Geoff Huegill, que bateu seu próprio recorde mundial nos 50 metros borboleta. Nas semifinais da modalidade, o nadador estabeleceu o tempo de 23s44, 16 centésimos mais baixo que o anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.