AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Tiago Fantozzi vence etapa das motos no Rally dos Sertões

O piloto Tiago Fantozzi foi o mais rápido entre as motos e cruzou a linha de chegada na cidade de Minaçu, situada ao norte de Goiás, com o tempo 2h55m37. Assim, ele venceu a primeira etapa da 14ª edição do Rally dos Sertões, que percorreu 646 quilômetros desde Goiânia - só 286 quilômetros foram cronometrados. O segundo colocado foi Jean Azevedo, que fez 2h56m18, seguido do francês Cyril Despres, com 2h58m11. Campeão do Rali Dacar no ano passado e vice este ano, Despres fez sua estréia no Sertões. E disse que o percurso foi ótimo. ?Só estou um pouco cansado. É sempre difícil correr em um país que você não conhece, sem conhecer os competidores. Espero dias melhores e que meu braço direito se recupere?, afirmou o piloto francês, ao se referir à lesão sofrida no início do ano. Pentacampeão da prova na categoria motos, Jean Azevedo teve um problema na troca de pneus. O pneu traseiro reserva de sua moto, que estava no carro de apoio, caiu e ficou pelo meio do caminho. Assim, ele teve de correr até o final da prova com o pneu careca. ?Queria pisar forte, mas não podia. Tinha estratégia para correr mais forte?, afirmou o piloto. Susto O piloto Fabio Garcez tomou um susto antes da largada para a primeira especial desta quinta-feira. Com sua moto, ele se envolveu em um acidente com um carro de passeio (kombi), no trecho de deslocamento, que foi realizado em uma estrada aberta. O acidente ocorreu na cidade de Niquelândia, a 300 quilômetros de Goiânia. Fabio Garcez sofreu traumatismo de crânio leve, além de fraturar o fêmur direito e o antebraço esquerdo, de acordo com Clemar Corrêa da Silva, chefe da equipe médica da prova. O piloto foi levado de helicóptero para o hospital Santa Lúcia, em Brasília, e seu quadro é estável. Próxima etapa Nesta sexta-feira, a caravana segue de Minaçu para Palmas, capital do Tocantins, com percurso de 551 quilômetros, sendo 255 quilômetros de trecho cronometrado. Pelo caminho, os pilotos enfrentarão pontes de madeira em estado precário, travessia de um rio com muitas pedras e terra "fofa".

Agencia Estado,

27 Julho 2006 | 19h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.