Tiger Woods não brilha e fica em 4º em seu retorno

Depois de quase cinco meses afastado dos campos, nº 1 do mundo tem atuação razoável no Masters de Augusta

, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2010 | 00h00

A volta de Tiger Woods aos campos de golfe, no 74.º Masters de Augusta, na Geórgia, não chegou a ser uma decepção, mas ficou longe das grandes atuações daquele que é considerado o golfista número 1 do mundo e um dos três maiores da história. Ele terminou o torneio empatado com o sul- coreano KJ Choi, em 4.º lugar, com cinco tacadas a mais que o campeão, o americano Phil Mickelson, que fechou o circuito com 67 tacadas.

Esse foi o terceiro título conquistado em Augusta por Mickelson, que já havia vencido o torneio em 2004 e em 2006. Em segundo ficou o inglês Lee Westwood, com três tacadas a mais que o vencedor.

A presença de Woods em Augusta, depois de 144 dias afastado dos campos por causa do escândalo sexual que abalou sua carreira e sua vida pessoal, levou os americanos para a frente da TV desde a quinta-feira, dia do início da competição. Naquele dia, a ESPN americana bateu todos os recordes de audiência em um torneio de golfe transmitido pela TV paga, com 4,9 milhões de telespectadores.

E foi também por causa de sua volta aos greens em Augusta que as apostas chegaram aos US$ 60 milhões, 50% acima dos US$ 40 milhões que habitualmente ocorrem nesta competição.

Embora Augusta seja um dos campos com forte ligação com Woods - foi ali que ele conquistou quatro de seus 14 títulos de Grand Slam -, dessa vez o golfista não foi tão feliz. Mas ele até que começou muito bem a competição, Na quinta-feira, chegou a arrancar aplausos da plateia ao protagonizar um feito histórico na carreira (dois eagles - duas tacadas abaixo do par). No dia seguinte, ele melhorou ainda mais seu desempenho e encerrou o dia na 3.ª colocação.

Porém, no sábado, Woods teve um desempenho muito irregular e fechou o dia a quatro tacadas do líder, o inglês Lee Westwood. O golfista americano alternou excelentes jogadas (três "birdies" consecutivos nos buracos 13, 14 e 15) com tacadas medíocres (três "bogeys" nos quatro seguintes). Ainda assim, Tiger se manteve na luta por seu quinto título em Augusta, o que o teria colocado a apenas quatro títulos do recorde absoluto de majors no golfe, hoje nas mãos do lendário Jack Nicklaus.

Ontem, no último dia do torneio, o ritmo de jogo de Tiger caiu muito e ele terminou a competição em 4.º. Mas mesmo não se saindo tão bem em sua volta aos campos, Tiger permanece sendo um dos melhores golfistas de todos os tempos - ele já ganhou mais vezes no PGA Tour (14) do que qualquer outro em atividade. Em 2009, a revista Forbes publicou que ele se tornara o primeiro esportista bilionário da história, com mais de US$ 1 bilhão arrecadado em patrocínios, cachês e prêmios.

CRONOLOGIA

27 de novembro de 2009

Tiger Woods sofre acidente de carro próximo à sua mansão na Flórida. Notícias dizem que ele fugia da mulher Elin Nordgren.

30 de novembro de 2009

O golfista se recusa a comentar o caso. Surgem suspeitas de que estaria escondendo algo.

1º de dezembro de 2009

Crescem os rumores de que sua mulher teria atacado seu carro com um taco de golfe.

l7 de dezembro de 2009 A mídia revela que Woods possui uma "rede de amantes".

10 dezembro de 2009

Woods recebe a notícia que diversas marcas romperam seus contratos publicitários.

11 de dezembro de 2009

O golfista admite publicamente as traições ao seu casamento, pede desculpas e anuncia que se afastará por tempo indeterminado do golfe.

Abril de 2010

Faz primeiro comercial para a Nike após o escândalo e volta também a competir, no torneio de Masters de Augusta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.