Tiger Woods pede inclusão do golf no programa olímpico

O norte-americano Tiger Woods, mais bem-sucedido golfista de todos os tempos, entrou na campanha para que o esporte passe a integrar o programa olímpico a partir dos Jogos de 2016, no Rio. O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidirá sobre a questão nesta sexta-feira, em Copenhague.

AE, Agencia Estado

09 de outubro de 2009 | 07h50

"Seria uma grande honra para todos os praticantes do golfe que o esporte se torne olímpico", disse Woods, de 33 anos, e com 14 títulos em torneios da série Major no currículo.

As declarações de Woods fazem coro aos pedidos de outros grandes nomes do esporte no mundo, como o irlandês Padraig Harrington e a norte-americana Michelle Wie.

Além do golfe, o COI também estuda incluir o rúgbi nos Jogos Olímpicos. A seu favor, o rúgbi tem o fato de Jacques Rogge, presidente reeleito da entidade, ter sido praticante do esporte, inclusive integrando a seleção belga.

Tudo o que sabemos sobre:
golfeOlimpíadaTiger Woods

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.