KABC-TV via AP
KABC-TV via AP

Tiger Woods sofre acidente grave de carro e está internado em hospital de Los Angeles

Automóvel chegou a capotar, golfista teve de ser retirado do veículo com a ajuda de bombeiros e passa por cirurgia após múltiplas fraturas nas pernas; não há risco de morte

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2021 | 17h20
Atualizado 24 de fevereiro de 2021 | 20h44

O lendário golfista Tiger Woods, de 45 anos, sofreu um grave acidente de carro, nesta terça-feira, em Los Angeles, quando dirigia no trecho entre as cidades de Rolling Hills Estates e Rancho Palos Verdes, na Califórnia. O xerife Alex Villanueva afirmou que ele estava dirigindo em alta velocidade, mas não sob efeito de bebida alcoólica e de nenhuma droga. Não há risco de morte.

Segundo as autoridades, o carro de Tiger Woods bateu em um canteiro central, atravessou duas pistas na direção contrária, capotou várias vezes e acabou de lado em uma ribanceira. A superestrela do golfe teve que ser retirada de dentro do carro pelo pára-brisa, mas estava consciente e chegou a falar com os bombeiros. Uma ambulância o levou até o hospital Harbor-Ucla, onde passa por cirurgia por causa de múltiplas fraturas nas pernas. 

Os airbags dispararam e o interior do carro permaneceu basicamente intacto, o que, segundo o policial Villanueva, "salvou a sua vida". A frente do veículo ficou destruída. "Tiger Woods sofreu um acidente de carro esta manhã na Califórnia, sofreu múltiplas lesões nas pernas e foi submetido a uma cirurgia", disse seu empresário, Mark Steinberg.

A estrada de duas pistas utilizada por Woods tem curvas através dos subúrbios de luxo de Los Angeles e o lado norte no qual o golfista estava dirigindo desce abruptamente o suficiente para que os sinais avisem os caminhões para usar marchas mais baixas. O limite de velocidade é de 70 quilômetros por hora.

O policial Carlos Gonzalez, que foi o primeiro a chegar ao local do acidente, afirmou que percebeu a gravidade da situação e ficou conversando com Tiger Woods até os paramédicos chegarem para socorrê-lo. Ele reforçou que 'houve mortes' naquele mesmo ponto no passado.

Woods esteve em Los Angeles no fim de semana como anfitrião do torneio no Riviera Country Club, onde entregou o troféu ao vencedor no domingo. Ele deveria passar a segunda e a terça-feira filmando com a Discovery GOLFTV, com quem tem contrato.

Ele vinha se recuperando de uma cirurgia nas costas realizada em 23 de dezembro. Foi sua quinta cirurgia no local e a primeira desde que sua coluna vertebral foi fundida em abril de 2017, o que lhe permitiu encenar um retorno notável em 2019. Ele é destaque do golfe desde 1997, quando tinha 21 anos.

Tiger Woods é considerado o melhor golfista de todos os tempos. Ele já foi campeão 15 vezes nos majors, principais campeonatos da modalidade. Em 2009, a Revista Forbes publicou que Woods havia se tornado o primeiro esportista bilionário da história, arrecadando US$ 1 bilhão em patrocínios, cachês e prêmios.

Tudo o que sabemos sobre:
Tiger Woodsgolfe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.