Time feliz com volta de gols e vitória

Jogadores do Palmeiras lamentam eliminação, mas ressaltam que fim do jejum é importante [br]na véspera do clássico

, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2011 | 00h00

O Palmeiras lamentou a eliminação na Copa do Brasil, mas ao menos conseguiu acabar com uma sequência de seis jogos sem vitória e se apega na atuação de ontem para conseguir vencer o clássico contra o Corinthians, domingo, em Presidente Prudente, pelo Campeonato Brasileiro. Um consolo para o aniversário de 97 anos de fundação que o clube comemora hoje.

"Vamos de cabeça erguida e tentaremos repetir o bom futebol que mostramos hoje (ontem)", disse o goleiro Marcos. "O nosso problema foi não ter feito gol fora de casa", falou.

Luiz Felipe Scolari acompanhou o discurso do goleiro e elogiou o comportamento da equipe. "Se a gente tivesse jogado assim e feito gols em outros jogos, estaríamos brigando (pelo título do Brasileiro)", disse. "Temos de mostrar aos atletas que está acontecendo uma evolução. Nós não atingimos nosso objetivo aqui, mas perdemos a classificação lá (no Rio). O gol do Dinei (anulado no 1.º jogo) nos salvaria hoje (ontem)."

Para Valdivia, o Palmeira merecia a classificação. "O time lutou e fez três gols, o que não acontecia faz tempo", disse. "Tomamos um gol que não podíamos, mas agora é pensar no jogo de domingo."

O chileno reclamou também da atuação do árbitro Heber Roberto Lopes. "Ele marcava faltas para eles e não dava para a gente", apontou.

Pacotão. Fernandão, de 24 anos, realizou ontem exames médicos no Palmeiras. Ele fechou contrato com o clube até o final do Estadual de 2012.

O atacante disputava a Série B pelo Guarani. Como vinha jogando regularmente, ele poderá ser escalado logo por Luiz Felipe Scolari. "Ele se apresentou bem, sem nenhuma queixa", contou o médico do Palmeiras, Otávio Vilhena. "E já fez parte dos exames e da avaliação física."

Já a situação física de Ricardo Bueno, que também deve fazer exames hoje no clube, é uma incógnita - ele não vinha sendo relacionado para os jogos do Atlético-MG. Seu contrato será igual ao de Fernandão.

A situação de Pedro Carmona não está fácil de resolver. Ele pertence ao São José (RS), que já acertou com o Palmeiras. Falta "apenas" convencer o Criciúma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.