Time galês chegou a ser vendido e revendido por uma libra

O adversário do Bradford é um clube que já foi vendido pelo preço de apenas uma libra antes de se tornar a sensação que é atualmente. O Swansea colocou o País de Gales em evidência na temporada passada, quando se tornou a primeira equipe da nação a chegar à Premier League. Antes de ter esse status, a trajetória do time se assemelha muito a do rival de hoje.

O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2013 | 02h05

O currículo do Swansea de três acessos em sete temporadas começou a partir do fundo do poço. Em 2001 o clube tinha caído para a quarta divisão e afundava em dívidas. Para piorar, foi comprado pelo valor irrisório de uma libra e como os resultados não vieram no começo da temporada, foi revendido pelo mesmo preço. Insatisfeitos com essa desvalorização, torcedores formaram um consórcio para liderar a reação da equipe.

Um capítulo importante foi a construção do moderno Liberty Stadium, em 2005. O local foi palco da classificação do time para a final, ao eliminar o Chelsea.

Ao contrário do Bradford, o elenco é repleto de destaques. O técnico é o dinamarquês Michael Laudrup, que tem sido cotado para o lugar de José Mourinho no Real Madrid. "Não é hora de falar de futuro. Estamos perto de um jogo histórico para o clube e falar de qualquer outro assunto seria indelicado", desconversou.

No ataque está o espanhol Michu, um dos goleadores da Premier League com 15 gols. Entre os titulares, dois têm passagens pelas respectivas seleções: o goleiro holandês Vorm e o meia sul-coreano Sung-Yueng. C.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.