Time mantém média ofensiva da classificação

O Santos foi acuado por várias vezes no Morumbi, mas nem por isso deixou de demonstrar seu poderio ofensivo: na primeira partida da semifinal, a equipe manteve a alta média de gols da fase de classificação do Campeonato Paulista.

Amanda Romanelli e Giuliander Carpes, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2010 | 00h00

Durante os 19 jogos da primeira etapa do torneio, foram 61 gols marcados. Ontem, mais três gols uniram-se às estatísticas. Assim, o time de Dorival Junior continua a ter marcado em todos os duelos disputados, com média de 3,2 gols por jogo.

"No segundo tempo nós recuamos demais, o que não é normal. Essa não é a nossa característica. Mas, quando resolvemos partir para cima, conseguimos vencer", avaliou o lateral Léo, co-autor do primeiro gol - em cruzamento para a área, Junior Cesar desviou a bola e bateu Rogério Ceni.

Dorival Junior sabe que não terá muito tempo para corrigir as dificuldades de sua equipe. Na quarta-feira, o time santista já tem um compromisso pela Copa do Brasil: recebe o Guarani, na Vila Belmiro, pelas oitavas de final do torneio que dá vaga na Taça Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.