Time pede atenção com rivais na 'final' de sexta

Brasileiros elogiam a Holanda e exaltam talento de Robben, Sneijder e Van Persie. Mas alertam:'Também somos perigosos'

, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

JOHANNESBURGO

A Holanda entrou mais uma vez no caminho do Brasil em uma Copa do Mundo. E mais uma vez o confronto ganha o rótulo de final antecipada. Pelo menos esse foi o discurso de alguns jogadores logo depois da vitória sobre o Chile. "Tratando-se de Copa, todos são grandes adversários. A Holanda é mais um deles. Será um grande jogo, uma final antecipada", afirmou o lateral-direito Maicon. "Eles têm jogadores de muita qualidade."

O atacante Robinho concordou com o companheiro, ignorando que Argentina e Alemanha estão do outro lado da chave e também se enfrentam. "A Holanda é uma grande seleção, será um clássico do futebol mundial. Vejo sim uma final antecipada, mas o Brasil está preparado."

Os outros jogadores não foram tão incisivos ao rotular o jogo de sexta-feira, em Port Elizabeth, como "final antecipada". Mas elogiaram bastante o rival. "É uma seleção com grandes jogadores. Espero que joguem no ataque como fizeram até aqui. Jogando de igual para igual com o Brasil, somos muito perigosos", disse o atacante Luís Fabiano.

O lateral-esquerdo Michel Bastos foi pelo mesmo caminho. "O Robben voltou muito bem de contusão. Tem o Van Persie, o Sneijder. Mas, se eles têm jogadores de qualidade, nós também temos, vai ser um grande jogo."

O capitão Lúcio pediu atenção redobrada dos companheiros para o confronto. "A gente sabe que não tem só o Sneijder, tem o Robben e o Van Persie, temos de analisar bem o time deles, pois não vai ser fácil." / M.A.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.