Tiro: Bastos só pensa na Olimpíada

A prata em São Domingos foi o maior presente que o atirador e dentista Rodrigo Bastos poderia receber este ano. Passadas as comemorações, a ordem é esquecer o Pan-Americano e pensar exclusivamente na Olimpíada de Atenas, em 2004. ?Não dá para comparar as competições. Os desafios são outros e a dificuldade é diferente. Só garanto que vou treinar muito e fazer o melhor possível pelo meu País.?Leia mais no Estadão

Agencia Estado,

20 de agosto de 2003 | 09h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.