Tirone já admite desistir da reeleição

O presidente Arnaldo Tirone admite que pode mudar de ideia e desistir de tentar a reeleição caso a equipe seja rebaixada no Brasileiro. O dirigente sofre ameaças da torcida e a cada dia perde força política no clube.

D.B , O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2012 | 02h05

"A reeleição não é agora, nem estou com cabeça para falar do assunto. Mas o que posso dizer é que, no momento, eu não tenho motivação para tentar uma reeleição", disse o dirigente, que desde o início do seu mandato, em 2010, sempre se mostrou decidido a tentar se reeleger.

A eleição no Palmeiras vai ser realizada dia 21 de janeiro de 2013 e será a última por votação apenas entre conselheiros. A próxima, em novembro de 2014, terá a participação dos sócios do clube. Nenhum candidato ainda oficializou sua candidatura. A tendência é que a disputa fique entre Wlademir Pescarmona, Paulo Nobre e Tirone que, caso desista, pode indicar um aliado para tentar assumir o cargo.

Desfalques. Gilson Kleina começa a semana com sérios problemas para armar o time que vai enfrentar o Flamengo, domingo. Dos quatro jogadores que se machucaram no jogo diante do Fluminense, o volante João Denoni está fora. Patrick Vieria, Henrique e Correa dependem de avaliação médica.

Para o lugar de Denoni, Kleina pode apostar em Márcio Araújo, um dos jogadores mais criticados pela torcida e que o próprio treinador já deixou claro que também não vê como a solução dos problemas. No meio, para a vaga de Patrick Vieira, o treinador tem mais opções. Patrik, Mazinho e Tiago Real são as alternativas. Luan, que poderia ocupar a vaga, está suspenso.

João Denoni sofreu uma luxação na clavícula e, segundo o médico do clube, Rubens Sampaio, só volta aos gramados dentro de duas semanas, ou seja, na última rodada, contra o Santos.

Patrick Vieira, que fez diante do Fluminense um de seus melhores jogos, sofreu uma torção no tornozelo esquerdo e também é dúvida. Henrique passou por um raio-x e não se constatou nenhuma lesão na costela. O zagueiro ainda não tem presença confirmada no domingo. Correa sentiu dores na panturrilha, mas não deve ser problema. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.