Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Tite festeja vitória do Corinthians, mas sabe que instabilidade continua

Técnico do time alvinegro já pensa no embate contra o Vasco, líder do Brasileirão

Moreno Bastos, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2011 | 03h06

SÃO PAULO - Tite festejou a vitória, mas sabe que, apesar do resultado que recolocou o time na segunda colocação no Campeonato Brasileiro, não deve calar os seus críticos por muito tempo. "Terei tranquilidade apenas por um dia para ficar com a mulher."

Ainda em situação instável, o treinador terá uma semana para preparar o time para o jogo mais importante dos últimos tempos, o embate com o líder Vasco.

"É uma decisão Um jogo em que ou você soma, ou deixa o adversário (direto na briga pelo título) somar. Sabemos da grandeza deste jogo. É o líder e o vice."

Ao comentar a expulsão de Emerson, que levou o vermelho ao bater palmas para o árbitro Evandro Rogério Roman, que tinha dado o amarelo por entender que o atleta simulou lesão, Tite demonstrou como tem sentido a pressão no cargo.

"O Emerson me disse que estava sentindo o adutor. Disse para ele mostrar isso no campo. Para não acharem que sou maluco por tirar o principal jogador da partida. Quando ele foi expulso, eu falei para o quarto árbitro que não teve simulação", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.