José Patrício/AE - 13/8/2011
José Patrício/AE - 13/8/2011

Tite vai mudar time, mas não sabe onde

Treinador não decidiu se mantém equipe com dois meias ou escala apenas um e três atacantes

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

16 de agosto de 2011 | 00h00

SÃO PAULO - Tite vive novo dilema no Corinthians. Com a sequência de maus resultados, uma mudança no time é iminente. Mas em qual posição e qual titular sairá da equipe? Essas respostas devem ser dadas hoje, no treino da tarde, véspera da partida contra o Atlético-MG, fora de casa.

Há pelo menos uma questão que precisa ser resolvida. Se a equipe vai continuar jogando com dois meias - Alex e Danilo - ou se o esquema que vinha dando certo, com um meia e três atacantes, voltará a ser utilizado.

Tite ainda não decidiu. Mas vem pensando no que fazer. E como ele sempre procurou ser coerente ao realizar alterações, o momento é propício para que isso aconteça.

O Corinthians atingiu um aproveitamento de campeão nas primeiras dez rodadas (na casa dos 90%) jogando na base de muita marcação, roubadas de bola e velocidade.

Esse esquema estava ancorado na boa fase de Danilo, e no trio de atacantes: Liedson, Jorge Henrique e Willian.

Tite precisou mudar porque Liedson se machucou e Alex, que era reserva, ganhou uma vaga no time.

No lugar da velocidade e da pressão, o time passou a jogar um futebol mais cadenciado, com valorização da posse de bola. Ficou mais lento e passou a pecar demais na finalização.

Nas últimas seis rodadas, o Corinthians disputou 18 pontos e ganhou apenas seis - 33,3% de aproveitamento. Ainda é o líder, com 34 pontos, mas está empatado com o Flamengo, que tem uma vitória a menos.

Liedson, que passou por uma artroscopia no joelho esquerdo, voltou à equipe no jogo contra o Ceará. Mas ainda não tem condição de atuar noventa minutos.

Amanhã, contra o Atlético-MG, deverá jogar mais tempo, pelo menos 45 minutos. Pode até começar jogando.

Willian, Jorge Henrique, Danilo, Alex e Emerson têm condições de jogo. Se Liedson começar como titular, serão seis atletas para quatro vagas.

Dois deles estão em declínio técnico: Willian e Danilo. Não será surpresa se um deles sair do time na fase atual - Danilo é até o mais cotado.

"Voltar a vencer é fundamental", falou o goleiro Júlio César após o empate por 2 a 2 contra o Ceará, o terceiro seguido da equipe. "Precisamos de quatro pontos nas duas próximas rodadas."

Veja também:

linkItaquerão tem oferta de R$ 300 mil

linkCorinthians deve ter Liedson por mais tempo na quarta

linkSorte garante a liderança, diz o goleiro Júlio César

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.