Tite vai testar Edno, Morais e Danilo na armação

Com queda de rendimento de Bruno César, técnico já busca no limitado elenco alternativas para a camisa 10 alvinegra

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2011 | 00h00

A falta de um armador, que ficou evidente contra o Tolima, faz Tite buscar alternativas do limitado elenco do Corinthians. O técnico deve usar o jogo de domingo pelo Estadual, contra o São Bernardo, no ABC, para observar Edno, Danilo e Morais, principais opções para o setor.

Após o 3.º empate seguido, Tite admitiu que Bruno César não tem se saído bem na função, especialmente no esquema com três atacantes. "Antes, a equipe tinha o Douglas, que era armador. O Bruno é mais avançado."

"Barriguita". Principal nome do Tolima, o atacante Wilder Medina foi falar com Ronaldo logo após o fim da partida de anteontem, mas evitou pedir a camisa usada pelo corintiano, de quem diz ser fã. "Disseram que ele não troca a camisa dentro do gramado. Vocês, como jornalistas, sabem que ele tem uma "barriguita". Então, por respeito, não pedi a camiseta dele", disse o atacante, que não hesitou em tietar o Fenômeno. "Antes, eu jogava contra o Ronaldo só no videogame. Esperei 30 anos para ter a chance de conhecê-lo. Eu disse que ele era meu ídolo desde pequeno, que estava alegre por ter a chance de abraçá-lo."

Já Gabriel Camargo, presidente do Tolima, foi menos amistoso ao falar de Ronaldo e Roberto Carlos. "Eles fizeram muita história, mas o futebol não é história. O futebol é presente."

SEMPRE FOI FÁCIL

2005 Palmeiras 4 x 2 Tacuary 2006 Palmeiras 6 x 2 Dep. Táchira e Goiás 4 x 1 Cuenca

2007 Santos 6 x 0 Blooming Paraná 3 x 1 Cobreloa

2008 Cruzeiro 6 x 3 Cerro

2009 Palmeiras 7 x 1 Potosi

2010 Cruzeiro 8 x 1 Potosi

Obs. O placar já computa os

jogos de ida e volta. O Brasil nunca perdeu na pré-Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.