Todo cuidado com Cabañas

Ele eliminou o Flamengo e marcou 2 contra o Santos

Marcius Azevedo, O Estadao de S.Paulo

22 de maio de 2008 | 00h00

Todas as atenções na Vila Belmiro estarão voltadas para o atacante Salvador Cabañas, do América. O paraguaio, que já havia marcado duas vezes ao eliminar o Flamengo, no segundo jogo das oitavas-de-final, no Maracanã, foi o grande responsável pela vitória do América no primeiro jogo do duelo contra o Santos - anotou dois gols, na vitória por 2 a 0, na Cidade do México. Nem por isso assume o rótulo de "carrasco de brasileiros". "Não tem nada disso, a equipe está jogando bem e isso me ajuda", declarou Cabañas ontem pela manhã, em entrevista exclusiva ao Estado.O paraguaio, de 1,73 metro e 77 quilos, garante que não se importa com aqueles que o chamam de gorducho. "Não interessa o que as pessoas pensam de mim", afirmou. "Eu me sinto bem, estou no melhor momento e tenho demonstrado isso", reforçou o atacante. "Sei fazer gols e não me importa o que os outros digam."Mesmo com a vantagem construída pelo América no primeiro jogo em casa, Cabañas faz questão de dizer que não há nada garantido e prega a cautela para o duelo na Vila Belmiro. "O time do Santos tem grandes jogadores, como Kléber, e é preciso cuidado."Aos 27 anos, Cabañas acumula 144 gols na carreira, em 303 partidas - média de 0,47 por jogo. Só pelo América, foram 33 em 68 jogos. "Os clubes me contratam para fazer gols", constata o artilheiro. "Então é isso que eu tenho de fazer." Direto ao ponto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.