Tom Brady garante participação no Super Bowl XLII

Quarterback diz que lesão no tornozelo direito melhorou e que vai enfrentar o New York Giants

New York Times

28 de janeiro de 2008 | 16h03

O quarterback do New England Patriots, Tom Brady, e seu tornozelo direito pousaram nesta segunda-feira em Scottsdale, Arizona, para o Super Bowl - que acontece no próximo domingo à noite diante do New York Giants - tendo que enfrentar flashes fotográficos, como de costume. Mas o jogador teve que enfrentar seu primeiro grande desafio na semana derradeira ao grande confronto: ele teve que demonstrar que seu tornozelo está bom, o que aparentemente ficou demonstrado quando subiu dois degraus do pódio instalado para a coletiva de imprensa. Depois do técnico Bill Belichick estender a mesma conversa de sete dias atrás ao dizer que a saúde do tornozelo direito de Brady ainda é uma incógnita, tentando a todo custo não especificar qual é o problema - pelo menos até quarta-feira -, Tom Brady subiu ao palanque e revelou que sua lesão ocorreu durante um sack sofrido no terceiro quarto da final da Liga Americana de Futebol, diante do San Diego Chargers.Ao finalmente revelar quando e como se machucou, Brady também confirmou que não participou dos treinos da equipe na última semana. Até o momento, a entorse em seu tornozelo é considerada mediana. "Como está o tornozelo?", disse Brady, repetindo a pergunta de um repórter. "O que o técnico disse?", brincou o jogador.A pergunta foi imediatamente respondida por outro repórter, que avisou Brady que o técnico Bill Belichick havia dado permissão a ele para falar sobre a lesão. "Deus, assim é diferente. Está melhorando [a lesão]. Eu estarei pronto para o jogo", comentou o astro, que continuou "Eu acho que o time precisa de três bons dias de treinamento, e eu espero estar com o time no campo. Eu espero. Ainda faltam alguns dias para isso [treinos recomeçam na quarta-feira], mas já estou me sentindo melhor." Apesar de não ter treinado, Brady confirmou que correu um pouco durante a última semana, assim como praticou alguns arremessos para não perder o ritmo. Já os Patriots ainda tentam a todo custo manter a gravidade da contusão de Brady em segredo. O mistério, no entanto, termina nesta quarta-feira.FRENESITom Brady levou os Patriots à incrível marca de 18 vitórias em 18 jogos e, se vencer os Giants no Super Bowl, o quarterback provavelmente entrada para o Hall da Fama de tal esporte ao lado de lendas como Joe Montana. Vale lembrar que esta é a quarta vez que o jogador leva os Patriots ao Super Bowl, e com o impressionante recorde de três vitórias. Além de ser uma estrela dentro de campo, Brady se transforma num popstar, algo comparado a David Beckham, para os admiradores do futebol. Para ilustrar seu status, Brady atualmente namora a brasileira Gisele Bündchen, com quem encontra por várias vezes na cidade de Nova York. Local, inclusive, onde foi descoberta sua lesão, já que  foi surpreendido por vários fotógrafos quando deixava seu veículo.CURIOSIDADEO primeiro Super Bowl conquistado pelos Patriots sob o comando de Brady aconteceu há sete anos atrás. Curiosamente, Brady também possuía uma lesão em seu tornozelo, sendo alvo de muita especulação. O jogador, no entanto, foi o quarterback titular e liderou sua equipe ao título diante do Saint Louis Rams por 20 a 17.

Tudo o que sabemos sobre:
Super BowlNFL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.