Tony Kanaan briga pela liderança em Milwaukee, onde é o atual bicampeão

Tony Kanaan (Andretti Green) tem hoje a chance de voltar a encostar na briga pela liderança da Fórmula Indy e se recuperar do domingo ruim que teve em Indianápolis. Atual bicampeão do GP de Milwaukee (oval), ele volta à pista (às 17 horas, com Bandsports) em busca da a primeira vitória no ano, na 7ª etapa. Largará em 6º - seu companheiro de equipe, Marco Andretti, é o pole position.Vencer neste momento é fundamental para evitar que a equipe Chip Ganassi - de Dan Wheldon e Scott Dixon, líder do campeonato após a vitória nas 500 milhas - comece a abrir vantagem na classificação, já que está em quarto, 52 pontos atrás. "Eu vejo o Dixon muito forte, mas o Hélio (Castroneves, que sai em 5º) está muito consistente. Se você reparar, ele é vice-líder sem ter vencido. O campeonato será muito competitivo até o final", diz Kanaan. O neozelandês Dixon, que sairá da segunda fila, na 3ª posição, espera conseguir a regularidade que não teve até agora na carreira para continuar na frente. "Nós estamos no caminho certo, vamos conseguir ir bem até o final do ano", diz. Ele tentará chegar ao pódio pela primeira vez nesta pista. A temporada está a seu favor: só foi mal no GP de São Petersburgo, justamente a única prova em circuito misto até o momento. A corrida terá 27 carros, seis a menos que Indianápolis. Todos os brasileiros estão confirmados: Enrique Bernoldi (Conquest, larga em 8º), Bruno Junqueira (Dale Coyne, 15º) , Mário Moraes (Dale Coyne, 23º), Jaime Câmara (Conquest, 24º) e Vitor Meira (Panther, 26º).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.