Torben Grael confiante com o Brasil 1

Velejador mais experiente do Brasil em regatas de oceano, bicampeão olímpico da classe Star, Torben Grael concluiu a primeira fase de testes com a certeza de que o Brasil 1 - construído no País - é um barco competitivo o suficiente para disputar o título da regata de volta ao mundo. O comandante também aprovou o desempenho de sua tripulação mista, com brasileiros e estrangeiros, trabalhando na velejada. "Estão juntos há um mês e a convivência tem sido boa." Torben acha que só quem tiver equipamento e tripulação afinados será candidato ao título.O Brasil 1 participará dos 57 mil km da Volvo Ocean Race a partir de novembro. O veleiro, testado no fim de semana pela primeira vez, deixou nesta terça-feira Ilhabela (SP) de volta ao Rio com o recorde da Regata Eldorado Alcatrazes, disputada no sábado. Torben conta com Marcelo Ferreira, Kiko Pellicano, Joca Signorini e André Fonseca mais Adrienne Cahalan (Austrália), Roberto Chuny Bermudez (Espanha), Andy Meiklejohn (Austrália) e Stuart Wilson (Nova Zelândia). O norueguês Knut Frostad se juntará ao grupo nas etapas dos mares do Sul."Ainda vamos velejar (quinta e sexta-feira) antes de desmontarmos o barco para os ajustes necessários", disse Torben que deu folga para seus tripulantes nesta quarta - estão velejando desde sexta-feira sem dormir direito. "O mais legal dos últimos dias foi termos subido as velas - alcançamos 20 nós de velocidade duas vezes - e ver que tudo funcionou bem. Sinal de que o barco foi bem construído. O melhor foi ver a tripulação trabalhando."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.