Torben prevê dificuldades na etapa da Volvo Ocean Race

'Vai ser uma prova bastante complicada, com ventos fracos e muito calor', afirma o brasileiro

AE, Agencia Estado

12 de dezembro de 2008 | 14h19

A terceira etapa da Volvo Ocean Race, a regata de volta ao mundo, começa neste sábado, com largada em Cochin, na Índia. E o brasileiro Torben Grael, comandante do barco sueco Ericsson 4, prevê muitas dificuldades no percurso de 1.950 milhas náuticas, até Cingapura, que deve durar entre nove e 11 dias para ser completado."Vai ser uma etapa bastante complicada, com ventos fracos e muito calor. Sabemos que vamos ter muitas dificuldades em função da quantidade de barcos que vamos encontrar no Estreito de Malaca, uma área bastante estreita que tem um tráfego muito intenso de barcos de pesca e todo tipo de embarcação", disse Torben Grael. A tripulação internacional comandada por Torben Grael lidera a Volvo Ocean Race até agora, depois de ter vencido as duas primeiras etapas. Mas o final da regata ainda está longe do fim: a 10ª e última etapa tem largada no dia 25 de junho, em Estocolmo (Suécia) - e a chegada será em São Petersburgo, na Rússia.

Tudo o que sabemos sobre:
iatismoVolvo Ocean Race

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.