Torção no joelho põe fim à temporada de Leandrinho no Boston

Exame apontou que armador rompeu ligamento do joelho esquerdo na derrota para o Charlotte, na 2ª feira

BOSTON, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 02h03

Acabou a temporada da NBA para Leandrinho Barbosa. O armador brasileiro do Boston Celtics sofreu uma torção na derrota do seu time, por 94 a 91, para o Charlotte Bobcats, na segunda-feira à noite, e exames realizados ontem constataram a ruptura de um ligamento do joelho esquerdo. Ele será submetido a cirurgia, que ainda não tem data para ocorrer. "Leandro Barbosa estava começando a jogar muito bem para nós", disse Doc Rivers, técnico do Boston.

O astro Kevin Garnett , companheiro de equipe de Leandrinho, também não conseguiu esconder o desânimo pela derrota e pela contusão sofrida pelo brasileiro. "É uma situação muito difícil. Tivemos uma partida bastante complicada. Você está trabalhando com o cara e de repente uma contusão encerra a temporada. Tudo foi muito tenso."

Leandrinho se machucou após invadir o garrafão da equipe adversária. Marcado, ele brecou e tentou aplicar um drible no adversário, quando o joelho sofreu a torção. O brasileiro deixou a quadra carregado, sob aplausos do público presente ao ginásio. No vestiário, o jogador foi examinado pelos médicos e permaneceu deitado até o fim da partida, com uma bolsa de gelo sobre o joelho. Ao deixar o vestiário, Leandrinho mancava bastante, mas caminhava sem ajuda. Ele não quis falar com os jornalistas que o aguardavam.

Fase ruim. Leandrinho é o terceiro jogador que o Boston perde no campeonato. Ele se une a Rajon Rondo (joelho) e Jared Sullinger (costas).

O armador brasileiro ficou com a vaga de Rondo e vinha acumulando números expressivos. São 8 pontos por jogo, com 2,8 assistências e 2,4 rebotes nos 21 minutos por jogo nas oito partidas disputadas desde que Rondo se machucou.

Em fevereiro, Leandrinho estava vivendo seu melhor momento na equipe. Em três jogos consecutivos, o armador obteve dois dígitos na pontuação, com média de 13,3 pontos e 55% de aproveitamento nos arremessos de quadra (16 de 29), além de três assistências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.