Torcedor agredido no Palestra é surdo e mudo

O torcedor agredido por um policial no jogo entre Palmeiras e Cruzeiro, domingo, no Palestra Itália, é surdo e mudo, informou ontem o promotor do Ministério Público, Paulo Castilho, que pediu a abertura de inquérito para apurar abuso de autoridade. Castilho disse ainda que a Torcida Jovem, do Santos, teve suas atividades suspensas por agressões contra mulheres e crianças em um estacionamento no jogo contra o Corinthians, no dia 31 de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.