Torcida da Inter é proibida de acompanhar jogo decisivo em Parma

Os torcedores da Inter de Milão foramproibidos de comparecer ao último jogo da equipe no CampeonatoItaliano, domingo, contra o Parma, fora de casa, disseramautoridades nesta quinta-feira, dois dias após a torcida darival Roma ter sido impedida de acompanhar o jogo da equipecontra o Catania. A Inter tem um ponto de vantagem sobre a Roma na tabela dacompetição antes da rodada decisiva do fim de semana. Os doisjogos também são cruciais na luta contra o rebaixamento, quetem o Catania apenas dois pontos acima do Parma --o primeirotime dentro da zona de descenso. A violência entre torcidas é um dos maiores problemas dofutebol italiano nos últimos anos. Em 2007, um policial foimorto durante briga entre torcedores do lado de fora do estádioem Catania. A entidade nacional anti-hooligan, criada para definirquando torcedores visitantes poderão ou não ir a jogos de seutime fora de casa, reuniu-se durante toda a semana e deixou adecisão para as autoridades municipais locais. O chefe da segurança de Parma disse a repórteres que eleshaviam decidido proibir a torcida da Inter. "Sim, a entidade concordou em fechar o setor da torcidavisitante do estádio do Parma para o jogo de domingo", disseMichele Formiglio. Antonio Matarrese, presidente da Liga Italiana, está entreos críticos à decisão de proibir a presença de torcedores dotime visitante em partidas que decidirão o títulos. Asautoridades alegam que a segurança pública é mais importante. (Reportagem de Emilio Parodi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.