Torcida do Santos protesta com pichações após goleada

A goleada por 6 a 2 sofrida para o Vitória provocou revolta na torcida do Santos. Na madrugada desta segunda-feira, os muros da Vila Belmiro foram pichados com críticas aos jogadores e também ao presidente Marcelo Teixeira. Pela manhã, funcionários do clube faziam a limpeza do local.

AE, Agencia Estado

13 de julho de 2009 | 13h22

Entre as frases escritas nos muros, havia criticas ao elenco - "Jogadores vagabundos" - e um apelo ao presidente do clube: "Acorda Teixeira". Inscrições como "Vergonha" e "Clube à deriva" também fora usadas.

A derrota fora de casa agravou ainda mais a situação do Santos no Campeonato Brasileiro. O time é o atual 11º colocado, com 13 pontos. Além da posição incômoda, o técnico Vagner Mancini tem o cargo ameaçado e sonha com uma vitória em casa, nesta quarta-feira, contra o Barueri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.