Toronto lamenta derrota no COI

Toronto fez tudo o que pôde. Mas não conseguiu superar Pequim, que foi escolhida como sede da Olimpíada de 2008. Num último esforço, a cidade canadense organizou uma grande festa na manhã desta sexta-feira, antes da reunião do Comitê Olímpico Internacional em Moscou, para provar o apoio popular à candidatura e torcer pelos votos dos membros do COI.Como o próprio Comitê Organizador da candidatura de Toronto definiu, a idéia era fazer uma grande "carnaval" na cidade, à espera da eleição na Rússia. Por isso, um quarteirão de uma das principais ruas do centro foi fechado já na noite de ontem.Às 7 horas da manhã de hoje, cerca de 10 mil pessoas já se divertiam ao som ao vivo de bandas locais. Como dizia o slogan da festa, "para mostrar ao mundo" que os canadenses queriam os Jogos Olímpicos.Na tarde de quinta-feira já tinha sido realizado um grande festival de esportes, nas docas da cidade, com disputas desde iatismo até de vôlei. Mas o grande evento foi mesmo na manhã de sexta. A rua da estação central de trem foi fechada. As pessoas circulavam com bandeirinhas do país penduradas nas roupas, a organização servia café da manhã gratuitamente e um telão mostrava, direto da Rússia, a eleição do COI. Enquanto isso, os principais governantes do Canadá e até esportistas de renome, como Donovan Bailey, medalha de ouro nos 100 metros em Atlanta/96, faziam lobby em Moscou.A festa foi a última tentativa dos canadenses, que sabiam da dificuldade de ganhar esta eleição. Ciente do favoritismo de Pequim, o governador de Ontario (estado em que se localiza Toronto), Mike Harris, vinha atacando constantemente a cidade chinesa nos últimos dias, sem ligar muito para os outros concorrentes - Paris, Osaka e Istambul."O COI está interessado na política internacional ou em atletas e esportes?", provocou Mike Harris, diante do argumento de que a escolha de Pequim como sede dos Jogos seria importante para uma abertura política na China. "Se eles estiverem interessados no que for melhor para os atletas e as competições esportivas, então, só vejo uma opção: Toronto", disparou o governador. A tática não deu certo e, apesar de todo o esforço, a cidade chinesa acabou levando a melhor e Toronto ficou na segunda colocação.O Comitê Organizador da candidatura de Toronto marcou apenas o horário de início da festa desta sexta-feira - 7 horas. Fez questão de deixar o final por conta do resultado da eleição do COI. Infelizmente para os canadenses, o comportado e extremamente organizado "carnaval", bem diferente do brasileiro, acabou cedo. Logo depois do meio-dia, tudo já tinha voltado ao normal no centro da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.