Toyota sai na frente nas 6 Horas de SP

Pela primeira vez no Mundial de Endurance, a montadora japonesa faz a pole. Lucas Di Grassi sai em segundo, com Audi

O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2012 | 04h25

São Paulo já tem, há três anos, um status único no calendário do automobilismo mundial: desde 2010, é o único lugar do mundo a receber etapas da Fórmula 1 e da Fórmula Indy. Hoje, a partir do meio-dia, a cidade sobe mais um degrau, com a realização das 6 Horas de São Paulo no Autódromo de Interlagos.

A corrida, que faz parte do recém-criado Mundial de Endurance, é a quinta das oito etapas do campeonato que reúne as principais montadoras do mundo. Será transmitida ao vivo pela SporTV. Serão 28 carros alinhados para a maratona automobilística, divididos entre as categorias de protótipos e GT, com dois ou três pilotos se revezando por equipe durante as seis horas de prova.

E a disputa paulistana já terá um diferencial. Pela primeira vez, a Toyota largará na frente da Audi na categoria de protótipos. A montadora japonesa conquistou a pole position com o híbrido TS030. O austríaco Alexander Wurz, que já foi piloto de testes na Fórmula 1, foi o responsável por percorrer os 4.309 metros de Interlagos em 1min22s363. Durante a prova, vai se revezar com o francês Nicolas Lapierre. "Nós esperávamos uma briga muito dura. Mas a equipe fez um excelente trabalho no acerto e o carro estava muito rápido."

A Toyota vem em ascensão. Nas 6 Horas de Silverstone, etapa anterior à do Brasil, o time japonês conseguiu seus primeiros pontos no campeonato. Agora, deixou para trás os dois carros da rival alemã, que já garantiu o título de montadoras e tem os líderes da competição.

O carro número 2 da Audi, o R18 Ultra, conseguiu a segunda melhor volta com um brasileiro ao volante. Lucas Di Grassi foi quem garantiu a primeira fila, ao ficar 0s784 atrás do Toyota. É a primeira vez que o paulistano de 28 anos compete para valer com um protótipo - antes, só havia feito testes.

Durante a corrida desta tarde, Di Grassi dividirá a direção com o escocês Allan McNish e o dinamarquês Tom Kristensen, recordista de vitórias nas 24 Horas de Le Mans, com oito títulos. O carro híbrido da Audi, R18 e-tron quattro, campeão em Le Mans, sai em terceiro lugar, e terá o trio de pilotos André Lotterer, Benoît Tréluyer e Marcel Fassler.

O Brasil terá outros quatro pilotos. Três - Enrique Bernoldi, Xandy Negrão e Chico Longo - sairão na pole da categoria GT Am, com a Ferrari da equipe AF Corse-Waltrip. Fernando Rees sai em 4.º, junto com Patrick Bornhauser e Julien Canal, no Corvette da Larbre Competition.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.