Corinthians/Divulgação
Corinthians/Divulgação

Traves e redes são instaladas no gramado da Arena Corinthians

Estádio da abertura da Copa recebe últimos ajustes antes da inauguração, prevista para 15 de abril

AE, Agência Estado

14 de março de 2014 | 16h29

SÃO PAULO - Palco da abertura da Copa do Mundo em 12 de junho, o Itaquerão recebeu, nesta sexta-feira, as traves e as redes que serão utilizadas nas partidas do Mundial, entre elas a de abertura, envolvendo Brasil e Croácia. O estádio está com 97% das obras concluídas, segundo o Corinthians. O clube promete fazer a partida de inauguração por volta de 15 de abril.

Neste sábado, porém, a bola vai rolar pela primeira vez no gramado do novo estádio. Isso porque o elenco profissional do Corinthians vai treinar no Itaquerão, entre 9h e 11h, com presença da imprensa, mas não de torcedores - o clube alega questões de segurança para não abrir os portões da arena, que segue em obras.

Atualmente, cerca de 1.500 operários trabalham no Itaquerão, concentrando-se em serviços de acabamento. O gramado está pronto, assim como os vestiários e a maior parte dos banheiros, camarotes, pisos, paredes e tetos. Dos assentos permanentes, 75% já estão instalados.

De acordo com o ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, responsável no clube pela obra de construção do estádio, o Itaquerão receberá sete ou oito jogos antes da Copa do Mundo, sendo que pelo menos três deles serão considerados eventos-teste pela Fifa.

Segundo Andrés, o estádio estará pronto para receber o Mundial daqui a 30 ou 40 dias. Ainda de acordo com ele, até o fim deste mês, todas as máquinas, como guindastes e empilhadeiras, serão retiradas do local e a área que ainda está em obras será limpa e asfaltada.

Andrés Sanchez afirmou na quarta-feira que pretende inaugurar o estádio por volta do dia 15 de abril, provavelmente com um amistoso entre o time atual e o de veteranos do Corinthians. A Fifa, no entanto, já revelou que espera a conclusão do Itaquerão apenas em maio, depois do atraso provocado pelo acidente em novembro que causou a morte de dois operários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.