Treinador pede e diretoria traz Moradei

Clube paga R$ 600 mil por 50% dos direitos do volante do Bragantino

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

13 de maio de 2009 | 00h00

O volante Moradei está de volta ao Parque São Jorge. Ele defendeu o clube na campanha de 2007, que culminou com o rebaixamento no Brasileiro, mas, assim como o goleiro Felipe, fechou aquele ano elogiado. Mesmo assim, não houve acordo e ele retornou ao Bragantino. O jogador teve 50% dos seus direitos econômicos adquiridos pelo Corinthians, por R$ 600 mil e assinará contrato de 3 anos.Com as saídas de Túlio (foi para o Grêmio) e Fabinho (de malas prontas para o Fluminense), Mano Menezes pediu aos dirigentes que contratassem rapidamente um primeiro volante. Não dava tempo para esperar por Edu, do Valencia. "A prioridade é um primeiro volante, pois o Jucilei (contratado do J.Malucelli) faz função semelhante à de Elias", afirmou o técnico após o treino de ontem. Agora o Corinthians busca um zagueiro pois pode perder Jean para o Atlético-MG. "Temos de segurar todos pelo menos até acabar a Copa do Brasil", implora o treinador.ALÍVIOA gripe, que assustou muito Mano na segunda-feira, ontem já não existia mais. Por isso, o sorriso ao falar sobre a escalação. "Os jogadores do lado de cá do campo (só não estavam ali Chicão, William e Elias, sob observação, mas não descartados) estão todos liberados e prontos para jogar", afirmou.Ou seja, terá Dentinho, Ronaldo, Jorge Henrique, Morais e Souza à disposição. O Fenômeno treinou ontem de agasalho, apesar do calor, e vai "para o sacrifício." Ontem, ele se dedicou bastante às finalizações, mas abriu mão de disputar o rachão, assim como André Santos, resguardando-se por causa das dores na virilha direita. "Uma decisão, espero que consigamos vencer e, de preferência, sem sofrer gols", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.