Trenó vira de novo e Brasil fica fora da final do bobsled

A equipe brasileira de bobsled sofreu novo acidente na prova deste sábado, terminando a descida com o trenó virado, e não conseguiu vaga na final dos Jogos Olímpicos de Turim, na Itália. Apesar do susto, os atletas não sofreram nada grave. E terminaram na última colocação entre os 25 participantes.Na sexta-feira, na primeira das duas descidas, o trenó brasileiro já tinha virado na curva 19 da pista, mas eles conseguiram terminar a prova, mesmo com a cabeça no gelo numa velocidade de 130 km/h. Na ocasião, o tempo foi 1m00s31 e a equipe formada por Ricardo Raschini, Marcio Silva, Claudinei Quirino e Edson Bindilatti saiu aplaudida pelo público presente. Depois, eles voltaram para a pista também na sexta-feira. A única consequência do acidente foi o capacete quebrado de Marcio Silva - ele precisou usar um emprestado da equipe alemã. Mas os brasileiros fizeram uma descida perfeita, com o tempo de 58s51.Na terceira descida, já neste sábado, com o trenó virado, a equipe brasileira completou o percurso em 1m00s12. Assim, o tempo total de prova foi de 2m58s94, em 25º lugar - a primeira colocação foi da Alemanha, com 2m45s30. E apenas os 20 melhores passaram para a final, que terá apenas uma bateria.Por precaução, Claudinei Quirino foi levado para exames no hospital, já que estava sentindo dores no braço. Mas ele passa bem, apesar do susto na descida deste sábado.Disputa final - A prova deste sábado foi a última participação do Brasil nos Jogos de Turim, que acabam no domingo. A delegação tinha 10 atletas, mas um foi cortado antes mesmo de começar a competição - Armando dos Santos, justamente do bobsled, foi flagrado no exame antidoping preventivo. O melhor resultado brasileiro em Turim foi de Isabel Clark, no snowboard, que ficou em 9º lugar. No esqui cross country, Hélio Freitas terminou na 93ª colocação (99 participantes) e Jaqueline Mourão conseguiu a 67ª posição (72 atletas). Já no esqui alpino, Mirella Arnhold conseguiu a 43ª posição entre 54 atletas e Nikolai Hentsch participou de 4 provas. No slalom gigante, ficou em 30º lugar (82 competidores) e no downhill, terminou na 43ª colocação (55 participantes) - mas ele não completou o slalom supergigante e o combinado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.