Três duplas brasileiras passam às quartas no vôlei de praia; Talita/Larissa perde

Entre os homens, nenhum brasileiro conseguiu passar das oitavas de final. Na chave feminina, a redenção do País. Neste sábado, três duplas obtiveram a classificação às quartas de final do Grand Slam de St.Petersburg, etapa dos Estados Unidos do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Só que entre elas não está a melhor parceria, formada por Larissa e Talita, que caíram na fase anterior. Ágatha/Bárbara Seixas, Fernanda/Taiana e Juliana/Maria Elisa seguem na luta pelo título.

Estadão Conteúdo

20 de junho de 2015 | 21h33

O sábado começou com as partidas finais ainda pela fase de grupos, paralisadas na noite de sexta-feira por causa de uma tempestade de raios na cidade da Flórida. Pela manhã, Fernanda/Taiana venceram as australianas Louise Bawden e Taliqua Clancy (21/19 e 21/12) e concluíram a primeira fase com 100% de aproveitamento. Já as atuais campeãs do Circuito Mundial, Juliana e Maria Elisa, venceram Kristyna Kolocova e Marketa Slukova, da Eslováquia (21/16 e 21/13), também mantendo a invencibilidade no torneio. Assim, elas se juntaram a Larissa/Talita e Agatha/Bárbara Seixas, que haviam se classificado na sexta-feira, antes da paralisação.

Já as irmãs cariocas Maria Clara e Carolina se despediram com derrota para as alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst (21/18 e 21/17). O resultado deixou as brasileiras na última colocação do grupo G. Lili e Carol Horta, por sua vez, chegaram a avançar à fase de repescagem, mas não conseguiram frear as donas da casa Nicole Branagh e Jennifer Fopma, sendo derrotas por 2 sets a 0 (21/14 e 21/17).

Nas oitavas, a fase começou com a surpresa pela eliminação de Larissa e Talita, que vinham invictas na competição. Elas foram derrotadas, de virada, pelas alemãs Laura Ludwig e Kira Walkenhorst por 2 sets a 1 (12/21, 23/21 e 17/15).

Depois, Juliana e Maria Elisa, que venceram o Major Series de Stavanger na semana passada, não encontraram muitas dificuldades e superaram Branagh e Fopma por 21/13 e 21/17. Na sequência enfrentam as espanholas Liliana Fernandez e Elsa Baquerizo. "Estamos muito concentradas para esse torneio, está difícil de jogar porque está muito quente, a gente veio de uma competição de 10ºC e agora a temperatura está acima de 30º C. Mas o importante é a nossa concentração e a energia boa, para as coisas continuarem a dar certo", disse Maria Elisa.

Ágatha e Bárbara Seixas também tiveram um caminho tranquilo às quartas de final. Elas estavam aquecendo para o duelo quando foram comunicadas que a camisa número 2 do time adversário, a argentina Klug, sofreu uma lesão na mão. Com isso, passaram e agora encaram as suíças Isabelle Forrer e Anouk Verge-Depre.

Quem também segue sem derrotas e em boa fase é a dupla Fernanda Berti e Taiana, que atuam lado a lado há 11 meses. Com Taiana quebrando o serviço das alemãs no saque e Fernanda sendo gigante nos bloqueios, a parceria levou a primeira parcial em 21/18, mantendo o ritmo intenso para fechar o segundo set em 22/20 e o jogo em 2 sets a 0, em 40 minutos. As próximas rivais serão as italianas Marta Menegatti e Viktoria Orsi Toth.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.