Troca de sexo leva ciclista à seleção

Um homem que se submeteu a uma cirurgia para a troca de sexo foi admitido nesta quarta-feira na seleção feminina de ciclismo de montanha do Canadá. Michelle Dumaresq, que se chamava Michael, foi submetida à operação já há seis anos, mas só agora ganhou autorização para integrar a equipe feminina. Ela está, inclusive, liberada para competir no Campeonato Mundial da modalidade a ser realizado no final deste mês em Kaprun, na Áustria. A decisão não foi bem recebida pelas outras integrantes da seleção. ?Alguma coisa não está certa por aqui?, disse a campeã nacional de ciclismo de montanha, Sylvie Allen, segundo declaração publicada no diário canadense National Post. Allen - e outra integrante da equipe, Cassandra Boon - disse que vai recorrer à União Ciclística Internacional contra a decisão. Ela pretende impedir que Dumaresq seja autorizada a competir entre mulheres. Allen e Boon propuseram inclusive que Dumaresq, de 32 anos, seja incluída na categoria de ``transexuais´´.

Agencia Estado,

07 Agosto 2002 | 12h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.