Andy Rain/Efe
Andy Rain/Efe

Tsonga vence após set mais longo da história dos Jogos

Parcial contra o canadense Milos Raonic teve 48 games e três horas de duração

AE, Agência Estado

31 de julho de 2012 | 15h34

O francês Jo-Wilfried Tsonga precisou suportar uma maratona para vencer o canadense Milos Raonic e avançar às oitavas de final da Olimpíada de Londres. Nesta terça-feira, os dois protagonizaram o set mais longo da história dos Jogos, com 48 games e exatas três horas de duração. No final, triunfo de Tsonga por 2 a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 25/23, num total de 3 horas e 57 minutos de jogo.

O recorde anterior pertencia à Olimpíada de Atenas, em 2004. O chileno Fernando González precisou de 2 horas e 1 minuto para fazer 16 a 14 no americano Taylor Dent e ficar com a medalha de bronze.

Já a partida de tênis mais longa da história olímpica foi válida pelos Jogos de Barcelona, em 1992, quando o torneio ainda era disputado em melhor de cinco sets. O croata Goran Ivanisevic precisou de 4 horas e 25 minutos para bater o francês Fabrice Santoro por 3 a 2, com parciais de 6/7, 6/7, 6/4, 6/4 e 8/6.

Nesta terça-feira, Tsonga, sexto colocado do ranking mundial e quinto pré-classificado em Londres, venceu com tranquilidade a primeira parcial, mas Raonic reagiu na segunda. Como na Olimpíada o set de desempate não prevê tie-break, os dois tenistas tiveram que duelar por três horas até que um dos dois conseguir abrir dois games de vantagem.

Tsonga, que na primeira rodada eliminou o brasileiro Thomaz Bellucci, enfrentará nas oitavas de final o vencedor do duelo entre o espanhol Feliciano Lopez e o argentino Juan Monaco.

OUTROS JOGOS - O japonês Kei Nishikori avançou em Londres ao bater o russo Nikolay Davydenko por 2 sets a 1, com 4/6, 6/4 e 6/1. Seu adversário sairá do confronto entre o espanhol David Ferrer, quarto cabeça de chave, e o esloveno Blaz Kavcic, ainda nesta terça.

Já o australiano Lleyton Hewitt venceu o croata Marin Cilic por 6/4 e 7/5, e enfrentará nas oitavas o sérvio Novak Djokovic, que mais cedo despachou o americano Andy Roddick.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.