Turco vice-campeão olímpico e mais 7 caem no doping

O Comitê Olímpico da Turquia informou nesta sexta-feira que oito atletas do país foram pegos em exames antidoping recentes e que a entidade irá atuar junto à Wada (Agência Mundial Antidoping) para evitar novos casos entre turcos.

AE, Agência Estado

28 de junho de 2013 | 13h39

De acordo com a agência de notícias Anadolu, da Turquia, entre os atletas que caíram no doping está Esref Apak, medalhista de prata no lançamento de martelo nos Jogos de Atenas/2004. Os outros sete competidores que tiveram resultado negativo no exame antidoping são desta mesma prova e também corredores.

"O Comitê Olímpico da Turquia vai cooperar completamente com todas as relevantes investigações para resolver os casos o mais rápido e o mais decisivamente possível", disse o comitê, em nota. "Os atletas serão punidos dentro da rigorosa legislação antidoping turca", completa o texto.

Esse é o segundo caso recente de doping em massa entre atletas turcos. Oito atletas da luta foram expulsos dos Jogos do Mediterrâneo depois de serem reprovados em testes antidoping durante treinos. Os atletas pegos nessa segunda leva também serão excluídos da competição.

Os casos de doping, somados a anteriores de estrelas do atletismo turco, enfraquecem ainda mais a candidatura de Istambul para receber os Jogos Olímpicos de 2020. A capital da Turquia aparece como zebra na escolha diante das favoritas Tóquio e Madri.

Tudo o que sabemos sobre:
doping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.