Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Turquia entrega dossiê para tentar sediar Euro de 2024: 'É nossa melhor proposta'

País disputa com a Alemanha e tentou sediar as últimas três edições do torneio, sem sucesso

Estadão Conteúdo

26 de abril de 2018 | 13h22

A Turquia entregou à Uefa, nesta quinta-feira, o dossiê da candidatura para sediar a edição de 2024 da Eurocopa, citando o "apoio estatal sem precedentes" para ajudar o país a vencer a Alemanha no processo de definição do anfitrião do torneio de 24 equipes.

+ Uefa distribuirá 371 milhões de euros em prêmios na Eurocopa de 2020

+ Bruxelas perde direito de sediar Eurocopa de 2020 e Londres assume jogos

O presidente da Federação Turca de Futebol, Yildirim Demiroren, disse que a mais recente tentativa é "nossa melhor proposta de todas". Os dez estádios sugeridos incluem dois em Istambul.

"Todas as garantias estão dadas sem quaisquer reservas, incluindo algumas garantias adicionais e inovadoras que irão garantir o sucesso financeiro do torneio, beneficiando assim todas as federações-membro da Uefa. Agora é nossa hora e estamos prontos para compartilhar com toda a Europa", acrescentou o dirigente turco.

A Turquia tentou sediar a Eurocopa de 2008 junto da Grécia e depois em 2012 e em 2016, sendo derrotada em todas essas tentativas. Além disso, antes de a Uefa escolher realizar o torneio de 2020 em diversos países, a Turquia era vista como favorita a receber a competição, antes de se concentrar na candidatura derrotada de Istambul para os Jogos Olímpicos de 2020.

Assim, a Turquia nunca sediou um dos principais torneios do futebol mundial. A Alemanha Ocidental organizou a Eurocopa de 1988, enquanto já o unificado o país recebeu a Copa do Mundo de 2006.

A Federação Alemã de Futebol também apresentou o dossiê da sua candidatura durante esta semana. O Comitê Executivo da Uefa vai escolher o país acolhedor da Eurocopa de 2024 em votação marcada para 27 de setembro na sua sede em Nyon, na Suíça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.