Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tyson é indiciado e pode pegar mais sete anos de prisão

O ex-pugilista Mike Tyson foi indiciado nesta sexta-feira por porte de drogas e de dirigir sob o efeito dessas substâncias. No último dia 29, ele foi detido depois de ter sido flagrado com cocaína ao sair de um clube noturno em Scottsdale, nos Estados Unidos.Na ocasião, Tyson não só admitiu possuir papelotes de cocaína, como teria dito que ´usa a qualquer momento em que consiga colocar as mãos nisso´.De acordo com o promotor Andrew Thomas, se condenado, Tyson pode ter de cumprir pena de sete anos e meio de prisão."Ele pôs si mesmo e a população em perigo e deve pagar por suas ações", protestou. "Espero que uma punição o ajude a cumprir a lei."Ex-campeão dos pesos pesados, Tyson tem uma folha policial bastante corrida. Foi preso duas vezes, em 1992 e 1999, por estupro e agressão, respectivamente. Ele alcançou a fama aos 20 anos, após derrotar Trevor Berbick, em 1986, e se tornar o campeão mais jovem da história. Em contrapartida, sua carreira alcançou o ponto mais baixo em 1997, quando ele mordeu a orelha de Evander Holyfield.

Agencia Estado,

12 de janeiro de 2007 | 21h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.