Anna Gowthorpe/AP
Anna Gowthorpe/AP

Tyson Gay vence 100 m em volta às pistas, mas fará cirurgia

Norte-americano, segundo colocado no Mundial de Atletismo, quer corrigir uma antiga lesão na virilha

AE, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 15h41

O norte-americano Tyson Gay correu e venceu nesta segunda-feira a sua primeira prova após terminar os 100 metros rasos no Mundial de Atletismo na segunda colocação. Depois da prova, em Gateshead, disse que vai realizar uma cirurgia no final do ano para se curar de uma lesão na virilha.

Gay venceu os 100 metros no Meeting da Grã-Bretanha em 10s15, ficando à frente de Kim Collins e Marc Burns. "Eu estou ansioso para Bruxelas [sexta-feira], talvez mais uma corrida e então irei realizar uma cirurgia", disse o norte-americano, que desistiu de participar dos 200 metros no Mundial de Berlim por conta da lesão.

"Eu me senti muito bem com o segundo lugar [no Mundial de Berlim]. Corri um grande tempo, simplesmente não fui rápido suficiente", completou Gay, que disparou no início da prova desta segunda-feira para superar Kim Collins.

Campeão mundial e olímpico, o norte-americano LaShawn Merritt venceu os 400 metros em 45s11. Os Estados Unidos também venceram os 200 metros, com Shawn Crawford, em 20s80, e Alysson Felix (23s13), além dos 100 metros, com Carmelita Jeter, em 11s08.

A jamaicana Brigitte Foster-Hylton ganhou os 100 metros com barreiras em 12s88. Moses Kipsiro, de Uganda, surpreendeu e venceu os 3 mil metros em 7min35s69, superando Bernard Lagat.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoTyson Gay

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.