Tyson se envolve em outra confusão

Mais um caso policial na vida de Mike Tyson. Ele está sendo acusado de ter agredido o ex-pugilista Mitchell Rose na saída de uma boate em Nova York, na madrugada do último domingo. Rose deu queixa na polícia, atestando que Tyson lhe acertou um soco e o jogou no chão. ?Além de acompanhar o trabalho policial, estamos fazendo algumas investigações. As alegações contra Tyson são infundadas?, defendeu Darrow Soll, um dos advogados do ex-campeão mundial dos pesos pesados.Segundo a versão de Mitchell Rose, ele foi tirado do local pelos guarda-costas de Tyson e pelos seguranças da boate. Mas, resolveu esperar a saída do pugilista para chamá-lo de ?covarde?. Então, Tyson teria cometido a agressão. Do outro lado, os representantes de Tyson atestam que ele saiu sem encontrar Rose.Essa é a terceira acusação que Tyson sofre apenas este ano. As outras duas foram por assédio sexual, em San Bernardino (Califórnia) e Las Vegas, e ainda estão sendo investigadas. O pugilista norte-americano também já esteve preso por três anos, condenado por estupro. Diante de tudo isso, ele se prepara para a luta do dia 6 de abril, contra o britânico Lennox Lewis, pelos títulos dos pesados do Conselho Mundial de Boxe (CMB) e do Federação Internacional de Boxe (FIB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.