Tyson sonha com terceiro duelo contra Holyfield

Polêmico boxeador revela que só uma 'revanche' seria capaz de fazê-lo colocar novamente as luvas

09 de janeiro de 2008 | 20h23

Há mais de dois anos fora do boxe, o norte-americano Mike Tyson, de 41 anos, afirmou que só uma terceira luta contra o seu compatriota Evander Holyfield o faria colocar as luvas de novo. "Já passei duas vezes por cima dele e passarei a terceira", disse o desafiado, que está com 45 anos e lutou pela última vez em outubro passado, quando perdeu para o russo Sultan Ibragimov. Tyson e Holyfield se conhecem desde os anos 80, quando disputaram as seletivas norte-americanas para a Olimpíada de Los Angeles, em 1984. Holyfield disputou os Jogos Olímpicos e ficou com a medalha de bronze - iniciou a carreira profissional no mesmo ano. Já Tyson, naquela ocasião, perdeu nas preliminares. Eles deveriam ter se enfrentado em 1991, mas Tyson acabou condenado por estupro e ficou três anos preso. Assim, o primeiro duelo entre os dois pesos pesados só ocorreu em novembro de 1996. Na ocasião, Holyfield venceu por nocaute técnico no 11º assalto, conquistado o título mundial da Associação Mundial de Boxe. Em 28 de junho de 1997, aconteceu a revanche. Em um dos combates mais polêmicos da história do boxe, Tyson foi desclassificado no terceiro assalto, após morder as orelhas de Holyfield.

Tudo o que sabemos sobre:
BoxeMike TysonEvander Holyfield

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.