Tyson vai ao Festival de San Remo

O ex-campeão mundial Mike Tyson deverá ser uma das atrações do Festival de Música de San Remo - um dos mais tradicionais da Itália. Para aparecer na festa, o lutador cobrou um cachê de ? 70 mil euros (US$ 92 mil), mas ele próprio admite não saber o vai fazer lá. ?Eu não tenho idéia dos motivos que levaram os organizadores a me convidar. O máximo que posso dizer é que sou um amante da música?, disse. Tyson e os organizadores do festival, no entanto, deverão ter problemas. Grupos de defesa dos direitos da mulher prometem fazer manifestações contra a presença do pugilista no evento. ?Estamos falando de um estuprador. Uma personalidade pela qual ninguém pode se responsabilizar, porque não sabemos o que fará ou dirá num evento grandioso como este?, reclamaram as entidades em um comunicado oficial. Em 91, Tyson foi condenado a três anos de prisão, acusado de estuprar a miss norte-americana Desireé Washington.A RAI - emissora que tem os direitos de transmissão do festival e que decidiu convidar o lutador - explicou que a entrada do pugilista vai acontecer após às 22h30, horário em que a legislação italiana permite programação de conteúdo ?adulto?.A emissora justificou o convite dizendo que Tyson é um nome conhecido no mundo todo, inclusive na Itália, e que poderia atrair ainda mais a atenção do público. O Festival de San Remo acontece anualmente e reúne as principais estrelas da música pop italiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.