Tyson x Lewis: tevê quer luta em 2001

As negociações para a realização do "combate do século 21" saíram finalmente das especulações e estão sendo tratadas a sério. O esperado confronto entre os pesos pesados norte-americano Mike Tyson e do inglês Lennox Lewis, que deverá movimentar uma fortuna estimada em pelo menos US$ 100 milhões, poderá ser organizada ainda este ano.Por iniciativa da rede de televisão Showtime, segundo informou nesta quinta-feira o jornal The New York Times, foi feita uma proposta com cinco alternativas para o canal de boxe da TV HBO, a grande rival na organização da luta entre os dois pugilistas."O combate mais caro da história", como vem sendo chamado o encontro, ainda não foi possível ser realizado justamente por diferenças entre as emissoras de TV. O inglês Lennox Lewis, atual campeão pelo Conselho Mundial e pela Federação Internacional de Boxe, tem contrato com a HBO, enquanto o ex-campeão Mike Tyson, primeiro colocado no ranking do Conselho Mundial de Boxe, passou exclusividade de suas lutas para a Showtime.A Showtime propôs diversas alternativas para a transmissão do confronto pelas duas emissoras, entre elas o pay-per-view, sistema em quer o público paga para receber as imagens da luta. Outra possibilidade seria repassar os direitos para outra rede de televisão.O jornal The New York Times acredita que a HBO deve assumir o contrato que Tyson tem com a Showtime em troca de uma indenização calculada em US$ 20 milhões. Tyson enfrenta o nigeriano David Izon no dia 19 de maio, em Washington, como preparação para o esperado confronto contra Lewis. Aos 34 anos, Tyson não luta há sete meses (venceu o polonês Andrew Golota em Detroit). Ison faz 32 anos em abril. Já Lewis tem um combate marcado contra o norte-americano Hasim Rahman, na África do Sul, em abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.