Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Christophe Ena/AP Photo
Christophe Ena/AP Photo

UCI ouvirá explicações antes de falar sobre Armstrong

União anuncia que vai esperar explicações da agência antidoping para se pronunciar

AE-AP, Agência Estado

24 de agosto de 2012 | 12h53

GENEBRA - A União Ciclística Internacional (UCI) anunciou nesta sexta-feira que irá esperar pelas explicações da Agência Antidoping dos Estados Unidos (Usada, na sigla em inglês) sobre o caso envolvendo Lance Armstrong para depois se pronunciar a respeito da situação do ciclista norte-americano. O atleta de 40 anos perderá os seus sete títulos da Volta da França após ter comunicado oficialmente, na noite da última quinta, que desistiu de lutar para provar sua inocência contra as acusações feitas pela entidade norte-americana que combate o uso de substâncias proibidas no esporte.

O organismo que controla o ciclismo mundial informou que irá esperar a Usada apresentar documentos "para as partes interessadas" deste caso, que poderá tirar do livro dos recordes os feitos de Armstrong, considerado uma lenda da modalidade.

A UCI reconhece que a Usada informou sobre a decisão de anular todos os resultados que Armstrong conquistou desde 1998, além do banimento do atleta do ciclismo ou de qualquer esporte fiscalizado pelo Código Mundial Antidoping, mas destacou que precisa se inteirar melhor sobre os fatos para se pronunciar de forma oficial sobre o caso.

A entidade enfatizou que espera por uma "decisão equilibrada", depois de a Usada ter reivindicado sua jurisdição neste caso. E, enquanto não tomar conhecimento mais aprofundado do assunto, a UCI anunciou que no momento não tem "mais nada a comentar" sobre o mesmo.

CONTADOR SE CALA

Depois de ficar cerca de seis meses afastado por conta de uma punição por doping, o ciclista espanhol Alberto Contador se negou a comentar, nesta sexta-feira, a possibilidade de Armstrong realmente perder os sete títulos da Volta da França que conquistou.

Ex-companheiro do norte-americano durante o primeiro ano do retorno do norte-americano ao esporte, em 2009, Contador preferiu manter distância deste caso. "Não estou em dia com o processo, cada vez que compito em uma prova trato de manter essas coisas de lado e de me concentrar completamente na corrida. A verdade é que não estou pensando nisso", despistou.

Contador venceu a Volta da França de 2010, mas perdeu o título após ser condenado no caso de doping no qual foi condenado recentemente. E preferiu elogiar Armstrong a criticá-lo pela sua suposta conduta ilegal fora das pistas. "Creio que era um ciclista que sempre demonstrou força, grande inteligência e um condicionamento físico espetacular", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoLance Armstrongdoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.