Uefa alivia e Felipão fica três jogos fora

A defesa do técnico da seleção de Portugal, Luiz Felipe Scolari, conseguiu, ontem, diminuir a punição imposta pela Uefa ao brasileiro por agressão ao zagueiro sérvio Ivica Dragutinovic. O incidente ocorreu após o empate por 1 a 1 contra a Sérvia, dia 12, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2008.Ele havia sido condenado a quatro jogos de suspensão no campeonato e a pagar multa de 12 mil euros (cerca de R$ 31 mil). Com o novo julgamento, Felipão ficará de fora por dois meses e poderá comandar a equipe na partida decisiva, dia 21 de novembro, contra a Finlândia, no Porto, em Portugal.A tarefa de acompanhar o time à beira do campo nos três próximos jogos ficará a cargo do auxiliar-técnico Flávio Teixeira, o Murtosa. Portugal enfrenta o Azerbaijão no dia 13, o Casaquistão no dia 17 e a seleção da Armênia no dia 17 de novembro.O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl, se mostrou satisfeito com a decisão do tribunal de Nyon, na Suíça. ''''A Uefa foi sensível aos argumentos de Scolari e reconheceu que a pena de quatro jogos era desproporcional.''''Portugal está em terceiro lugar no Grupo A, com 17 pontos. Apenas os dois primeiros de cada chave garantem vaga na Euro-2008.

O Estadao de S.Paulo

05 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.