Uefa vai estudar medidas para reduzir dívidas dos clubes

A Uefa, entidade que rege o futebol europeu, terá como prioridade em 2009 a regularização das finanças dos principais clubes do continente, a fim de evitar que o esporte seja prejudicado pela crise econômica mundial. Um grupo privado de advogados, economistas e executivos está analisando a viabilidade de adotar medidas como o teto salarial e a limitação de gastos na contratação de jogadores."É um assunto complexo e delicado, que será muito discutido entre os clubes, e não imposto de cima para baixo", afirmou o secretário-geral da entidade, David Taylor. Uma das ideias seria criar uma licença - uma espécie de atestado de boa condição financeira, que só seria concedido aos clubes em boa situação, e que seria obrigatório para a disputa da Liga dos Campeões e da Copa da Uefa.Outra decisão tomada para reduzir custos foi limitar em oito o número de estádios para a Eurocopa de 2012, que será realizada em conjunto com Ucrânia e Polônia. "Não teremos mais do que oito estádios, talvez até menos", admitiu Taylor. O cronograma de obras está atrasado nos dois países, o que já provocou ameaças da direção da Uefa de mudar o local do torneio. "A Eurocopa de 2012 ainda é um trabalho em andamento, mas estamos otimistas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.