Último em teste da Indy, Barrichello admite dificuldade

Com o futuro indefinido após não ter o seu contrato renovado pela Williams na Fórmula 1, Rubens Barrichello realizou nova sessão de testes na Fórmula Indy, pela equipe KV, dessa vez no circuito misto de Infineon, em Sonoma, na Califórnia, nos Estados Unidos. O brasileiro, porém, enfrentou dificuldades de adaptação e registrou o pior tempo entre os seis pilotos que participaram da atividade no sábado.

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 10h46

Barrichello deu 59 voltas e marcou o tempo de 1min18s91 no seu melhor giro. "Este [teste] foi mais difícil do que em Sebring [onde realizou o seu primeiro teste na Fórmula Indy]. Levei mais tempo [para aprender], obviamente. Ainda estou me adaptando a tudo, mas acho que meu dia foi muito bom", disse o brasileiro, em entrevista ao site do canal de TV Speed.

A atividade em Sonoma foi dominada pelos pilotos australianos da Penske, que foram os únicos que conseguiram registrar voltas em menos de 1min18. Ryan Briscoe terminou em primeiro lugar, com 1min17s49, 34 centésimos de segundo à frente de Will Power.

Os testes da Fórmula Indy prosseguem neste domingo. Barrichello voltará a pilotar pela KV, mas dessa vez por menos tempo, já que o brasileiro Tony Kanaan também participará dos treinos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.