Últimos classificados podem sair hoje

A cada ano ganha mais força o coro dos descontentes com a fórmula de disputa do Campeonato Paulista, que com sua fase de classificação de 19 rodadas é um convite ao desprazer. O fato de São Paulo, Santos, Corinthians e Palmeiras terem obtido vaga nas quartas de final com a esperada antecedência deu mais força a esse coro, mas a penúltima rodada é importante para vários clubes do interior. Alguns brigam para ir ao mata-mata e outros para escapar do rebaixamento.

O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2013 | 02h04

O Paulista pode ter hoje a confirmação dos oito classificados para as oitavas. Linense, que receberá o Corinthians, e Bragantino, que vai visitar o Botafogo, ainda sonham em alcançar a fase eliminatória, mas terão de vencer.

Do outro lado da classificação, a situação é diferente já que a luta contra o rebaixamento continuará na última rodada. Essa é uma ótima notícia para um time como o Mirassol, que está na zona da degola, mas chegará à rodada final com chance de escapar mesmo se for derrotado pela Ponte Preta.

Três dos quatro rebaixados já estão definidos: o Guarani, que caiu com a vitória do Ituano sobre o Paulista na sexta-feira, o São Caetano, que ontem empatou com o Penapolense por 1 a 1 e o Barbarense, que deu o azar de pegar Neymar inspirado e foi goleado em casa.

Se o Guarani está no fundo poço, o outro time de Campinas tem bons motivos para levar a sério o jogo de hoje. Se derrotar o Mirassol, a Ponte poderá garantir um lugar entre os quatro primeiros. Com isso, jogará em casa nas quartas - uma vantagem e tanto em se tratando de uma fase que é disputada em jogo único.

Corinthians e Palmeiras, os grandes que entrarão em ação hoje, têm a mesma motivação da Ponte: terminar a fase de classificação no G-4. Embora ambos estejam mais preocupados com a Libertadores, não abrem mão de ganhar o Paulista e, para isso, sabem que jogar em casa nas quartas é fundamental.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.